90% da população prioritária de Tucuruí foi imunizada durante a campanha nacional de vacinação contra o H1N1 em 2018 - Aldeney Moraes

Imunização ocorre de 15 de abril a 31 de maio. No dia 4 de maio acontece o dia D da mobilização nacional

Anote na agenda: Hoje, 15 de abril de 2019, começa a Campanha Nacional de Vacinação contra o Influenza, estratégia do Ministério da Saúde para diminuir o impacto da gripe em todo o país. O Dia D, considerado a data mais importante de mobilização nacional, está marcado para 4 de maio, um sábado.

Além de indivíduos com 60 anos ou mais, serão vacinadas crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas, indígenas, grupo portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clinicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, além de detentos e os funcionários do sistema prisional.

Conforme o Ministério da Saúde, em 2019, a meta é vacinar 90% de cada um dos grupos prioritários. Em 2018 o município de Tucuruí atingiu todas as metas preconizadas pelo Ministério da Saúde.

A coordenadora de Imunização, Genislane Ferreira, explica que a campanha ocorre anualmente, sendo um dos meios de prevenir a doença causada pelo vírus influenza e suas complicações.

A vacinação é importante por apresentar um impacto indireto na diminuição das internações hospitalares, da mortalidade evitável e dos gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias.

O grupo prioritário mudou e para os pais se atentarem que agora a faixa e até  menores 6 anos de idade (faixa etária de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias).

PREVENÇÃO

Lavar as mãos com água e sabão com frequência é a principal recomendação para prevenir a gripe. Isso porque as mãos são um importante veículo de transmissão do vírus da gripe, como a influenza. É importante evitar tocar os olhos, boca e nariz após o contato com essas superfícies até lavar as mãos.

Outras recomendações são: evitar compartilhar objetos de uso pessoal e permanecer em ambientes sem ventilação e com aglomeração de pessoas.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorTragédia em Brumadinho completa dois meses
Próximo artigoEstética – Tucuruí já conta com Método e profissional Supereficiente
Denis Aragão
É jornalista e profissional de marketing. Bem antenado e com ampla experiência no jornalismo online e impresso. Tem atuado como gestor de mídias sociais e assessor de imprensa. Fera em produção de conteúdo para a web, ama cinema, literatura, cultura geek, fotojornalismo e design gráfico. Ama o que faz. Simples assim!

DEIXE UMA RESPOSTA