Diego, então prefeito de Breu Branco, foi assassinado em 2017, enquanto pedalava uma bicicleta na companhia de amigos em um trecho da rodovia PA-263

Os julgadores da Seção Penal do Tribunal de Justiça do Estado do Pará negaram em reunião realizada ontem, segunda-feira (7), pedido de liberdade em habeas corpus para Ricardo José Pessanha Lauria, o “Ricardo Chegado”, denunciado pelo Ministério Público por suposto envolvimento na morte de Diego Kolling, em 2017, prefeito de Breu Branco, no sudeste do Pará.

A defesa alegou constrangimento ilegal por excesso de prazo da prisão, argumentando que o réu está preso há mais de dois anos. O desembargador Ronaldo Marques Valle, relator do caso, entretanto, negou haver excesso de prazo, alegando que o processo segue tramitação normal.

Saiba mais

Prefeito de Breu Branco é assassinado

Presidente do Diretório do PSD seria o mandante do assassinato do prefeito de Breu Branco

Diego Kolling foi morto por não concordar com fraudes em licitações

Argumentou, inclusive, que já existe sentença de pronúncia de alguns dos denunciados, ou seja, já se decidiu que irão ao Tribunal do Júri pelo caso. Diego Kolling foi morto no dia 16 de maio de 2017, quando pedalava em companhia de outras pessoas na Rodovia PA-263, que liga os municípios de Tucuruí e Goianésia do Pará.

O crime teria sido motivado por disputa política e econômica e Ricardo José, então presidente do diretório do Partido Social Democrático (PSD) em Breu Branco, foi preso pouco mais de dois meses após o crime, acusado de ser o mandante, na fazenda de um amigo. 

Por Luciana Marschall/Correio de Carajás

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCâmara intima Pentágono a enviar documentos sobre Trump
Próximo artigoCírio deve levar 30 mil às ruas de Tucuruí
É jornalista e profissional de marketing. Bem antenado e com ampla experiência no jornalismo online e impresso. Tem atuado como gestor de mídias sociais e assessor de imprensa. Fera em produção de conteúdo para a web, ama cinema, literatura, cultura geek, fotojornalismo e design gráfico. Ama o que faz. Simples assim!

DEIXE UMA RESPOSTA