Suspeito será apresentado na Delegacia Geral, onde será ouvido. Ele foi encontrado escondido dentro de uma casa em Teresina (PI).

Um dos suspeitos de participar da morte do prefeito de Goianésia do Pará, João Gomes da Silva (PR), em janeiro deste ano, chegou a Belém na manhã desta quarta-feira (14). Ele foi preso na tarde da última sexta-feira (9), em Teresina (PI), e é transferido para ficar sob custódia da Justiça do Pará.

O suspeito foi encontrado escondido dentro de uma casa  na Zona Leste de Teresina. Ele será apresentado na Delegacia Geral da Polícia Civil, onde será ouvido.

João Gomes da Silva (PR), conhecido como “Russo”, estava dentro de um velório no centro da cidade no momento do crime. Segundo a polícia, dois homens chegaram de moto no lugar, um deles fez seis disparos, a maioria na cabeça da vítima. Um dos tiros atingiu de raspão perna da esposa do prefeito, que foi encaminhada para o Hospital Regional de Tucuruí.

Do G1 PA

DEIXE UMA RESPOSTA