Má notícia - Pagamento do 13º Salário será efetuado até o dia 28 de dezembro

Sindicatos farão ainda suas assembleias para apresentar a proposta aos seus associados. Uma paralisação não está descartada pelos coordenadores

Uma reunião para mediar uma solução aos pagamentos dos salários do funcionalismo da Prefeitura de Tucuruí. O encontro aconteceu nesta quinta-feira (29) na sede da Promotoria de Justiça do Ministério Público e reuniu representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tucuruí (SINSMUT), Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (SINTEPP/Tucuruí) e Prefeitura de Tucuruí. A reunião foi solicitada pelas entidades representativas e intermediada pelo Ministério Público.

Os constantes atrasos e os problemas que causam aos funcionários públicos levaram os presidentes dos Sindicatos a exigir o encontro para as discussões.

O secretário Municipal de Administração, Adriando Mello, adiantou que a proposta da Prefeitura é formatar um calendário que garanta a regularidade do pagamento dos salários, visto que o município passa por dificuldades financeiras.

Cartaz chamando para a Assembleia Geral. Servidores não descartam paralisação
Cartaz chamando para a Assembleia Geral. Servidores não descartam paralisação

A proposta é efetuar o pagamento do mês de novembro/18, aos servidores das demais secretarias de forma escalonada a partir do dia 10 de dezembro. Já os funcionários da Secretaria de Educação e Cultura, receberão até dia 20 de dezembro.

Já o pagamento do 13º Salário será efetuado de forma integral a todos os servidores até o dia 28 de dezembro.

A Prefeitura apresentou ainda a proposta para o pagamento do salário referente ao mês de dezembro 2018, que serão pagos até o dia 20 de janeiro de 2019.

O secretário Adriando Mello, explica que desta forma a Prefeitura terá condições de assegurar que em 2019, o pagamento do funcionalismo público seja regularizado. A meta é que o vencimento do mês de janeiro de 2019 seja pago normalmente até o quinto dia útil, conforme preconiza a Lei Trabalhista.

Os sindicatos farão ainda suas assembleias para apresentar a proposta aos seus associados. O SINTEPP convocou a Assembleia Geral dos Educadores na próxima segunda (3), onde decidem se aceitam a proposta apresentada pelo executivo. Uma paralisação não está descartada pela coordenação do Sindicato.

DEIXE UMA RESPOSTA