Jones William é o terceiro prefeito do Pará morto em 2017 (Foto Arquivo)

Tiros atingiram principalmente a cabeça do prefeito, que chegou a ser levado para o Hospital Regional de Tucuruí, mas não resistiu.

O prefeito de Tucuruí, Jones William (PMDB), foi assassinado na tarde desta terça-feira (25). Ele foi alvejado com três tiros quando vistoriava uma operação tapa buraco. Os criminosos, dois homens em uma moto Broz abordaram o gestor e dispararam a queima roupa. O prefeito foi levado as pressas ao Hospital Regional de Tucuruí mas ele foi a óbito por volta das 16h.

Os tiros atingiram principalmente a cabeça do prefeito, que chegou a ser levado para o Hospital Regional de Tucuruí, mas não resistiu e morreu.

Médicos informaram que o prefeito perdeu muita massa encefálica e parte da massa cinzenta ficou esparramada no chão.

Ainda de cordo com o Hospital Regional, foram feitas as manobras de praxe para tentar salvar o paciente, mas não houve tempo sequer para uma cirurgia.

O delegado Sandro Rivelino, superintendente regional de Polícia Civil em Tucuruí, foi a primeira fonte oficial a confirmar a morte. Ele disse que ainda não tem maiores detalhes sobre o caso e que está iniciando as investigações.

Jones William da Silva Galvão, tinha 42 anos, deixa mulher e quatro filhos. O homicídio choca a cidade de Tucuruí que a pouco tempo, viveu esse mesmo clima de horror com a morte do prefeito de Breu Branco, assassinado em condições parecidas.

História

Jones William era filiado ao partido dos trabalhadores, foi um dos vereadores mais votados de Tucuruí em 2004, com 1.412 votos e ampliou essa marca em 2008, quando atingiu quase 2 mil votos (1.973), tentou emplacar na prefeitura em 2012, mas perdeu. Pelo PMDB ele venceu as últimas eleições na cidade de Tucuruí, sendo eleito com mais de 50% dos voto (31.268 votos).

Consórcio

O município de Tucuruí integra o Consórcio de Municípios Alagados pelo Rio Tocantins, juntamente com outros dois municípios que tiveram os prefeitos mortos neste ano: Breu Branco, que tinha a administração municipal comandada pelo por Diego Kolling, e Goianésia do Pará, que era gerido por João Gomes da Silva.

Além dessas três cidades, o Consórcio é integrado pelos municípios de Novo Repartimento, Jacundá, Itupiranga, e Nova Ipixuna.

Jones William era o presidente do Consórcio e Diego Kolling era o vice-presidente.

Terceiro prefeito do Pará morto em 2017

No dia 16 de maio, o prefeito de Breu Branco, Diego Kolling (PSD), também conhecido como Alemão, foi baleado no peito enquanto pedalava na rodovia PA-263.

Da mesma forma que Jones William, Alemão não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município.

Alemão foi eleito prefeito, em 2016, com 46,75% (10.916) dos votos.

Em 24 de janeiro, o prefeito de Goianésia do Pará, João Gomes da Silva (PR), também conhecido como Russo, foi executado a tiros enquanto estava dentro de um velório no centro da cidade, distante 98 km de Tucuruí.

Testemunhas disseram que o prefeito foi morto por dois homens de capacete, que invadiram o velório e dispararam à queima-roupa.

Russo foi eleito prefeito, em 2012, com 34,81% (6.070) dos votos.

Vice vai assumir

Com a morte de Jones William, quem assume a Prefeitura de Tucuruí é o vice, Artur de Jesus Brito (PV), de 35 anos.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPrograma de saques de contas inativas do FGTS entra na última semana
Próximo artigoMultidão dá adeus ao prefeito de Tucuruí
É jornalista e profissional de marketing. Bem antenado e com ampla experiência no jornalismo online e impresso. Tem atuado como gestor de mídias sociais e assessor de imprensa. Fera em produção de conteúdo para a web, ama cinema, literatura, cultura geek, fotojornalismo e design gráfico. Ama o que faz. Simples assim!

DEIXE UMA RESPOSTA