Operação “Servir e Proteger”  foi uma resposta rápida dos serviços de segurança pública face a onda de crimes dos últimos 15 dias.

A operação realizada na manhã de quinta-feira (11), denominada Operação “Servir e Proteger” cumpriu 11 mandados de buscas e apreensões em vários alvos na cidade, além de dois mandados de prisões preventivas.

A operação foi realizada através da 15° Seccional Urbana de Polícia de Tucuruí, em ação conjunta com a Superintendência Regional do Lago, o Núcleo de Inteligência, o Grupo de Pronto Emprego, a Diretoria de Polícia do Interior, a Delegacia de Crimes Funcionais e com o apoio da Delegacia Geral.

Foram empregadas na ação 12 viaturas e 48 policiais civis, o resultado foi a prisão de dois indivíduos em flagrante delito, outros dois foram presos em razão do cumprimento de mandados de prisão preventiva, além de mais de 20 armas de fogo e munição que foram apreendidas, dentre elas: revólveres, pistolas, espingardas, rifles e munições de diversos calibres.

 

Em uma das casas, a Polícia Civil também encontrou vários títulos de crédito (cheques) suspeitos, além de uma espécie de “contabilidade”, esse material já está sendo catalogado é será analisado pelos policiais civis, o que pode ensejar novas fases da Operação.

A ação teve como ponto de partida as várias investigações policiais relacionadas a sequência de mais de 10 homicídios praticados com indícios de execução ocorridos em Tucuruí, a identidade dos presos não foi revelada devido segredo de justiça da investigação.

Por Elyon Gomes/Pará Urgente

COMPARTILHAR
Artigo anteriorGalo vence o Remo e fica em vantagem na semi
Próximo artigoEUA lança sobre o Afeganistão a “mãe de todas as bombas”
É jornalista e profissional de marketing. Bem antenado e com ampla experiência no jornalismo online e impresso. Tem atuado como gestor de mídias sociais e assessor de imprensa. Fera em produção de conteúdo para a web, ama cinema, literatura, cultura geek, fotojornalismo e design gráfico. Ama o que faz. Simples assim!

DEIXE UMA RESPOSTA