Segundo o Ministério da Saúde, apenas 1,8% dos brasileiros reserva um tempo para realizar boa ação que pode salvar a vida de milhares de pessoas

A Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) recomenda que pelo menos 2% da população doe sangue. Entretanto, segundo o Ministério da Saúde, apenas 1,8% dos brasileiros faz isso com regularidade. A falta de adesão faz com que os sistemas de saúde de todo o País trabalhem sempre com seus estoques no limite.

De acordo com o último balanço da Fundação Pró-Sangue, em São Paulo, os estoques dos sangues tipo O+, A- e AB- estão em estado crítico, enquanto os do tipo O- e B- em alerta. A situação no País fez com que fosse criado o Dia Nacional do Doador de Sangue, celebrado nesta sexta-feira (25).

Apenas uma pessoa pode ajudar a salvar a vida de outras três. Foi pensando nisso que o professor de física Thiago Ferreira Gomes, de 25 anos, passou a doar. Ele já faz isso desde os 18, e nem mesmo a chuva que atingiu Brasília nesta quinta-feira o impediu de encher mais uma bolsinha de sangue.

“Sempre tive vontade de poder fazer algo para as pessoas. Como não me formei na área da saúde, não tem nada a ver com a minha profissão, pensei: vou fazer isso [ajudar as pessoas] pela doação de sangue.”

No ano passado, cerca de um milhão de pessoas realizaram o ato pela primeira vez, segundo o Ministério da Saúde. O número representa 38% de todas as doações. Em 2015, foram feitas 3,7 milhões de coletas de bolsa de sangue no país, resultando em 3,3 milhões de transfusões.

Como doar

Para doar no Brasil é preciso ter idade entre 16 e 69 anos. Para os menores (entre 16 e 18 anos) é necessário o consentimento dos responsáveis. Entre 60 e 69 anos, a pessoa só poderá doar se já tiver feito alguma doação antes dos 60. Também é preciso pesar no mínimo 50 quilos e estar em bom estado de saúde.

Além disso, o doador tem que estar descansado, não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação, não fumar e não estar em jejum. No dia da doação, é necessário apresentar documento de identidade com foto.

Infelizmente, algumas pessoas são impedidas de doar sangue. Os requisitos básicos podem ser encontrados no site da Fundação Pró-Sangue.

Hemopa promove ação

Para comemorar o Dia do Doador, A Fundação promoverá a apresentação musical com cantores regionais, como Alcyr Guimarães, Jorginho Gomes, Beto e Leno; de corais e paródia musica de alunos de uma escola estadual. Também terá exposição de entidades voluntárias, estarão presentes caravanas solidárias e ainda vai ter um parabéns em homenagem aos doadores.

A ação estratégica em homenagem ao doador de sangue no Pará teve início dia 19, em todas as suas unidades em Belém e nos Hemocentros Regionais em Marabá, Santarém e Castanhal, que tambem estão com programação variada para homenagear o voluntariado da doação de sangue. Em Belém a meta será de 400 doações nesta sexta-feira.

Dos tipos de doações da hemorrede estadual 46% são de repetição, 34.8% do sexo feminino, os homens são responsáveis por 65.2%. O segmento jovem responde por 41%. Já a dos tipos espontânea é de 62.3% e de primeira vez mantém-se em 25.7%. Centros estaduais que coordenam 530 serviços de coletas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA