Independente bate o Tapajós e se mantém vivo

360

Independente aplica 2 a 1 no Tapajós e conquista os três primeiros pontos no Parazão. Galo se mantém com boas chances de ir à semifinal do 1º turno

No último sábado, o Independente foi a Santarém e, em pleno estádio Barbalhão, derrotou o Tapajós e manteve a escrita de 100% diante do rival (3 vitórias por 2×1 em 3 jogos). O resultado lhe colocou na terceira colocação e o time segue vivo na briga por vaga nas semifinais. As duas equipes agora têm dois jogos a cumprir, mas desafios bem diferentes. O Independente tem confronto direto com o São Raimundo, novamente no Barbalhão, na próxima quarta, e decide sua sorte em Tucuruí contra o Paragominas. Já o Tapajós vai à Arena Verde enfrentar o Paragominas e a Belém enfrentar o Paysandu na última rodada.

A partida começou com o Tapajós perdido em campo e o Independente determinado a garantir o resultado ainda nos primeiros minutos. Com um minuto de jogo, Fabrício cruzou e Ezequias, de cabeça, colocou os visitantes em vantagem. O Tapajós aos poucos se reorganizou, mas, antes que pudesse empatar, o Galo, em lance fortuito, aumentou o marcador. Após subida em velocidade, o lateral direito Leandrinho inverteu e encontrou Jaquinha livre, dento da área, e o lateral só mandou para o fundo da rede.

Na segunda etapa, o técnico Vitor Hugo processou diversas modificações e lançou seu time para o ataque. O gol de Rafael Tanque, aos 2 minutos, após jogada de Bené, deu a sensação que o jogo seria de muitos gols, mas o Independente soube aproveitar a experiência de seus atletas e segurou o ímpeto dos adversários.

“Tivemos uma noite feliz, conseguimos o resultado em um jogo muito difícil. O Tapajós foi uma equipe muito aplicada, mas a nossa entrega em campo foi maior”, avaliou o lateral-esquerdo do Independente Jaquinha. “Perdemos o jogo no primeiro tempo. Na segunda etapa a gente tentou voltar melhor e buscar os gols, mas infelizmente não vieram. Mas agora também não adianta reclamar, a gente tem é que trabalhar e dar o nosso melhor nas próximas rodadas”, avaliou o goleiro do Boto, Jader.

Taion Almeida/Diário do Pará

COMPARTILHAR
Artigo anterior"Putin pode terminar a guerra na Síria com uma ligação"
Próximo artigoConcluída a licitação do Pedral do Lourenço
É jornalista e profissional de marketing. Bem antenado e com ampla experiência no jornalismo online e impresso. Tem atuado como gestor de mídias sociais e assessor de imprensa. Fera em produção de conteúdo para a web, ama cinema, literatura, cultura geek, fotojornalismo e design gráfico. Ama o que faz. Simples assim!