Dois casos de microcefalia são confirmados em Tucuruí

549

Autoridades aguardam agora pelo resultado dos exames que podem confirmar se os casos têm ligação com o zika vírus. As mães e os bebês serão transferidos para Belém

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou nesta quarta-feira (27) dois casos de microcefalia em bebês nascidos na maternidade municipal. Exames já foram enviados ao Instituto Evandro Chagas, em Belém, e a secretaria aguarda agora os resultados que podem confirmar se os casos têm ligação com a contaminação das mães pelo zika vírus.

O secretário de Saúde do município, Charles Tocantins, informou que a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sespa) já foi notificada sobre os casos. A recomendação é para que toda a rede de saúde no município redobre a atenção com as grávidas e intensifique ainda mais o combate ao vetor aedes aegypti. “Recomendamos que a população redobre a prevenção quanto a proliferação do mosquito”, observa o secretário.

A contaminação das mães, caso seja confirmada pelo Instituto Evandro Chagas, pode ter acontecido em meados do ano passado o que confirmaria a circulação do vírus zika na região. A Secretaria de Saúde e Vigilância Epidemiológica do município têm monitorado todos os casos suspeitos na cidade, mas até o momento nenhum caso foi confirmado. “Esses dois casos nos deixam em alerta, mas a população não deve entrar em pânico, pois estamos atuando na prevenção contra o mosquito transmissor. Contudo, é preciso que a população faça a sua parte”.

A identidade das mães não foi divulgada, mas elas são moradoras dos bairros Santa Isabel e Nova Conquista. “Os casos estão sob investigação da vigilância epidemiológica do município. Por estarem relacionados a possibilidade do vírus zika, a secretaria está tomando todas as providencias necessárias e estamos dando todo o apoio as mães e aos bebes que serão encaminhados para a capital até sexta-feira para novos exames com um especialista neuropediatra. Eles devem passar por mais uma bateria de exames”, explica o secretário.

A secretaria passa a intensificar as ações voltadas para o atendimento às grávidas em todas as Unidades Básicas de Saúde de Tucuruí. “Pedimos que todas as gestantes retornem imediatamente aos postos de saúde de referência para fazerem os pré-natais. A secretaria vai fazer os ultrassons necessários caso haja suspeita de microcefalia”.

Até agora, a Sespa já notificou mais de 40 casos suspeitos de microcefalia e 20 casos já foram confirmados e relacionados ao vírus zika em todo o Pará. Em 2016, 48 pessoas pegaram zika no Pará entre os meses de janeiro até o dia 18 de abril. O número é maior que o registrado em todo o ano de 2015, quando 42 casos foram registrados.

COMPARTILHAR
Artigo anterior'Operação Tempestas' combate desmatamento e fraudes no Pará
Próximo artigoAcaba hoje prazo para a entrega do Imposto de Renda 2016
É jornalista e profissional de marketing. Bem antenado e com ampla experiência no jornalismo online e impresso. Tem atuado como gestor de mídias sociais e assessor de imprensa. Fera em produção de conteúdo para a web, ama cinema, literatura, cultura geek, fotojornalismo e design gráfico. Ama o que faz. Simples assim!