Adoção da bandeira tarifária verde foi autorizada após o aumento do nível dos reservatórios das hidrelétricas

A conta de luz deixa de ter cobrança adicional a partir desta sexta-feira, quando passa a vigorar a bandeira tarifária verde. A decisão foi aprovada pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na última terça-feira.

Até o mês de março, vigorava a bandeira amarela, o que representava a cobrança adicional de 1,5 real a cada 100 kilowatts-hora (kWh) consumidos. Desde que o sistema de bandeiras entrou em funcionamento, no início de 2015, esta é a primeira vez que a bandeira verde foi autorizada.

Sistema de bandeira tarifária serve para tentar reduzir o consumo em momento de utilização das termelétricas, que produzem energia mais cara que as hidrelétricas

As bandeiras verdes em abril já eram aguardadas, conforme anúncio do ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga. O anúncio ocorreu depois que o governo federal autorizou o desligamento de usinas termelétricas mais caras, devido à melhora na situação dos reservatórios das hidrelétricas.

Publicidade

As bandeiras tarifárias têm como objetivo sinalizar para o consumidor as condições do sistema elétrico, de sobra ou escassez de energia, e ao mesmo tempo arrecadar recursos para custear o uso das termelétricas.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorIndependente vence o Águia no Navegantão
Próximo artigoINSS fiscaliza pagamento do seguro defeso a pescadores
É jornalista e profissional de marketing. Bem antenado e com ampla experiência no jornalismo online e impresso. Tem atuado como gestor de mídias sociais e assessor de imprensa. Fera em produção de conteúdo para a web, ama cinema, literatura, cultura geek, fotojornalismo e design gráfico. Ama o que faz. Simples assim!