CAPS realiza programação sobre saúde mental e luta antimanicomial

1645

Centro também promove o 2º Simpósio de Saúde Mental. Na quarta de manhã acontece a grande caminhada para chamar a atenção em favor da inclusão dos acometidos por doenças mentais no município

A  Secretaria Municipal de Saúde através do o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) inicia nesta quarta-feira (18) uma série de atividades alusivas ao Dia Nacional de Luta Antimanicomial, que este ano terá como tema “A prática confirmando o discurso: Nem um passo atrás, manicômio nunca mais”.

Até a próxima sexta-feira (20) diversas atividades estão programadas e o ponto alto da programação acontece amanhã de manhã onde uma grande caminhada será realizada para chamar a atenção da comunidade quanto a saúde mentais, a luta antimanicomial e as ações que são realizadas para ajudar as dezenas de acometidos por doenças mentais no município.

Simpósio

Pelo segundo ano, o Centro promove o 2º Simpósio de Saúde Mental.

Segundo Elayne Santos, psicóloga do CAPS, durante a programação acontecerão rodas de conversas sobre o tema, debates, distribuição de material informativo sobre o Centro, dentre outras. “Queremos, através dessas atividades, chamar a atenção da população quanto ao que fazemos e apresentar ainda os resultados obtidos no Centro. As discussões sobre o tema e o estímulo da consciência da sociedade são os principais objetivos e toda a população está convidada a participar”, observa.

A concentração acontece nesta quarta a partir das 7h30 no CAPS. De lá, amigos, convidados, usuários dos serviços de saúde mental, familiares e profissionais atuantes na área seguem para a Praça do Rotary, onde acontecem as apresentações. Ao todo, são esperadas cerca de 300 pessoas e participam ainda agentes comunitários de Saúde de Tucuruí.

O Dia Nacional de Luta Antimanicomial é comemorado em 18 de maio. A data simboliza especialmente a reafirmação do direito do paciente a um tratamento público digno e integral, por meio da substituição dos hospitais psiquiátricos por serviços que ofereçam aos usuários autonomia, identidade e liberdade de expressão.

A expansão da Rede de Saúde Mental, que atende aos dependentes químicos, tem cada vez mais impacto na vida da população. Atualmente, a rede conta com 2.128 Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) nas mais diversas modalidades. Juntos eles podem realizar 43,1 milhões de atendimentos por ano.

Serviço Dia Nacional de Luta Antimanicomial

Dias 18, 19 e 20 de maio
Dia 18 – às 7h30 da manhã, Tradicional Caminhada com concentração e saída de frente ao CAPS em direção a Praça do Rotary.
Dias 19 e 20 Segundo Simpósio, no centro de Convenções do Shopping Tucuruí, das 18h às 22h.