A adesão à campanha “Rapunzel Solidária” foi grande. Evento fez parte das comemorações pela Semana da Mulher.

“Eu fiquei carequinha por um bom tempo. Por isso quando eu ouvi na rádio sobre a campanha eu decidi cortar o meu o cabelo e doar”, contou Mariana Rocha Chaves, de sete anos, que há três enfrentou um câncer e sabe bem a importância de iniciativas voltadas ao resgate da autoestima de mulheres e meninas vítimas de escalpelamento ou submetidas à quimioterapia. E foi esse exatamente o foco da campanha “Rapunzel Solidária”, realizada no último dia 31 pelo Grupo de Trabalho de Humanização da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia Dr. Vitor Moutinho (Unacon), em Tucuruí, no sudeste do Pará, que resultou em 119 cortes de cabelos.

Mariana Chaves sabe o que é perder os cabelos por conta de uma doença e ao saber da campanha pediu à mãe para levá-la à Unacon porque queria colaborar (FOTO: ASCOM UNACON)
Mariana Chaves sabe o que é perder os cabelos por conta de uma doença e ao saber da campanha pediu à mãe para levá-la à Unacon porque queria colaborar (FOTO: ASCOM UNACON)

Diagnosticada aos quatro anos com câncer, Mariana precisou se submeter a uma cirurgia para retirada de um rim. Passou também por sessões de quimio e radioterapia, e hoje está curada. Ao saber da campanha ela pediu à mãe para levá-la até a Unacon porque queria contribuir com a campanha. Como toda paciente que sente as consequências do tratamento oncológico, ela sabe o quanto as perucas são importantes para elevar a autoestima de quem perde os cabelos durante a terapia.

Anderson Viana, 19, fez a diferença no meio de tantas voluntárias. “Fiquei quase três anos sem cortar o cabelo e agora encontrei um bom motivo pra isso." (FOTO: ASCOM UNACON)
Anderson Viana, 19, fez a diferença no meio de tantas voluntárias. “Fiquei quase três anos sem cortar o cabelo e agora encontrei um bom motivo pra isso.” (FOTO: ASCOM UNACON)

Anderson Viana, 19, fez a diferença no meio de tantas voluntárias. “Fiquei quase três anos sem cortar o cabelo e agora encontrei um bom motivo pra isso. É hora de iniciar outro ciclo em minha vida e fico feliz em fazer isso e ao mesmo tempo dar um exemplo de solidariedade”, afirmou o jovem.

O clima de festa e solidariedade mudou a rotina da Unidade, que recebeu dezenas de voluntários durante todo o dia. A jovem Beatriz Ramos da Silva também colaborou com a campanha e doou as longas madeixas que estavam abaixo da cintura. “Eles estavam enormes e eu não precisava mais de tudo aquilo. Então decidi doar e estou muito feliz sabendo que vou fazer outras pessoas felizes também. Essa campanha foi maravilhosa”, destacou a voluntária.

Campanha “Rapunzel Solidária”, resultou em 119 cortes de cabelos. (FOTO: ASCOM UNACON)
Campanha “Rapunzel Solidária”, resultou em 119 cortes de cabelos. (FOTO: ASCOM UNACON)

Os cabelos coletados na ação serão doados à Organização Não Governamental dos Ribeirinhos Vítimas de Acidente de Motor (Orvam), que confecciona perucas para pacientes com câncer e também para mulheres e meninas vítimas de escalpelamento. A adesão à campanha “Rapunzel Solidária” surpreendeu o GTH, que organizou o evento ainda como parte das comemorações pela Semana da Mulher, realizada no mês de março.

De acordo com a assistente social Dóris Brenda, a adesão da comunidade local surpreendeu a todos os envolvidos. “Centenas de pessoas, entre homens e mulheres, atenderam o nosso apelo. Mas a quantidade de participantes ultrapassou as condições de atendimento de nossa estrutura e infelizmente não tivemos condições de coletar os cabelos de todas as pessoas que se dispuseram a isso”, comentou, afirmando que em outra oportunidade a campanha será realizada novamente.

O diretor executivo da Unacon, Thiarle Dassi, fez questão de agradecer a todos os voluntários da campanha. “Estamos muito felizes pelo resultado da ação, que vai fazer muitas pessoas felizes. Nossa missão foi cumprida com louvor, graças à adesão dos doadores e ao apoio de nossos colaboradores e parceiros”, destacou.

Dos 119 cortes de cabelos coletados, 14 foram feitos fora e levados até a Unacon para serem doados. Na próxima semana será definida a data de entrega do material recolhido à Orvam.

Serviço: A Unacon Tucuruí funciona em frente ao Hospital Regional, na Vila Permanente, em Tucuruí. Fones: (94) 3778-4928 / 3778-4599.

Vera Rojas/Agência Pará

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCenso terá 1,3 mil contratações temporárias no Pará
Próximo artigoCaixa abre às 8h para saque de contas inativas até quarta
É jornalista e profissional de marketing. Bem antenado e com ampla experiência no jornalismo online e impresso. Tem atuado como gestor de mídias sociais e assessor de imprensa. Fera em produção de conteúdo para a web, ama cinema, literatura, cultura geek, fotojornalismo e design gráfico. Ama o que faz. Simples assim!

DEIXE UMA RESPOSTA